O que é SAI?

SAI é a sigla em português para Saúde Ambiental Infantil.

Esse campo da ciência existe para estudar os efeitos das exposições ambientais sobre as crianças, já que elas são consideradas um grupo de maior risco às exposições de substâncias químicas e seus contaminantes. Por serem muito vulneráveis aos perigos ambientais, elas são propensas a desenvolver algumas doenças que podem ser evitadas através da pesquisa científica.

A Saúde Ambiental com o seu ramo infantil procura entender os efeitos das exposições ambientais a agentes químicos ou físicos nas crianças. Para isso, a SAI conta com três propostas para desenvolver-se:

1) Obter informações coletadas nas diversas fases da infância;

2) Contribuir para a prevenção de doenças nas crianças e o diagnóstico delas;

3) Implantar políticas de proteção a essas exposições e os efeitos delas nas crianças.

O estudo do PIPA parte da conexão entre a realidade da vida das mulheres e suas famílias com questões relacionadas a gestação e o nascimento do bebê. Além disso, temos a possibilidade de desenvolver o conhecimento científico de uma forma acessível e que atenda a necessidade de informação dessa população, relacionada ao tema da saúde ambiental.

 

Bibliografia:

 

BROCKHAUS, et. al., 1988; TAMBURINI, 2002, SUK et. al., 2003; LADRIGAN, MIODODOVNIK, 2011, MAZOTO, et. al., 2011

“Children’s health and the environment: a new agenda for prevention research.” / LADRIGAN et. al., 1998), Saúde infantil e ambiente: uma revisão das evidências (“Children’s helth and environment: A review of evidence.” / TAMBURINI et. al., 2002

Environmental health risks – what are the differences between children and adults?” /STRAFF, 2004), Saúde da Criança e do Meio Ambiente: Uma Perspectiva Global.” (“Children’s Health and the Environment: A Global Perspective.” / WHO, 2005

Landrigan and Garg, (2005)

Foto: pexels.com